Um programador na Europa - Itália

Coliseu

O último país que visitei antes  de voltar ao Brasil foi a Itália (e o Vaticano se quiser realmente contar ele como um Estado independente). Fui a Roma e achei acidade mais bonita da rota que fiz. Dado a proximidade da nossa cultura, também achei que a cidade se assemelha muito as nossas.

O meio de transporte escolhido de Londres para Roma foi avião da easyjet. O voo ficou cerca de 120 libras. Só levei uma mala de mão, então não tive problemas, mas um casal brasileiro perdeu duas malas e na minha conversa com eles parece que isso não é algo anormal para a Easyjet.

Roma

O metro de Roma é menor se comparado a outras cidades, mas por outro lado, a cidade também é minúscula se comparada a Londres (do Vaticano até o Coliseu levei cerca de 40 minutos andando a passos de paulista) e como turista, você vai querer andar somente a pé pela quantidade de pontos turísticos a se ver, escondidos em cada esquina.

Roma

Confesso que não gostei da região do Vaticano, a quantidade de pedintes ali era bem maior, provavelmente dado a bondade que os cristãos deveriam mostrar na cidade santa. Sobre os pedintes, a maioria não chega até você pedindo, mas fica no chão falando algo em italiano. Uma das que mais me marcaram foi uma senhora suplicava de joelhos por dinheiro. Em conversas com conhecidos que já estiveram lá, isto parece ser algo bem comum..

Curiosidade, o Coliseu também era um teatro.

A comida é muito boa e se comparadas com Paris e Londres baratas. Minha comida favorita nos poucos dias que fiquei foi uma lasanha e um bolo de chocolate que achei em um canto escondido da cidade.

Comida italiana

Não é em qualquer lugar que você encontrará vendedores falando em inglês, porém todos eles entendem muito bem português ou espanhol. Em minha estadia não falei inglês e fui entendido por boa parte das pessoas (claro que só pendido coisas para comprar e comer).

O povo é muito alegre e receptivo, me lembrou muito os brasileiros. Todos queriam ensinar um pouco da língua ou sugerir alguma coisa a se fazer ou ver.

Vaticano

O trânsito de Roma é tão caótico quanto o paulistano. Apesar do sinal estar aberto para os pedestres, os carros ainda podem virar em sua direção, porém devem dar a preferência a você.

Cruz no Coliseu

O grande ponto da visita para mim foi o Coliseu, tanto por dentro quanto por fora ele é belo e imponente. Para entrar é necessário pagar 12 euros, esse ingresso lhe dá direito também de visitar o fórum romano. O fórum romano tem uma área imensa com diversas ruinas. Algumas dessas ruinas são realmente ruinas e não tem graça olhar, porém os santuários estão em boas condições.

Fórum Romano

No geral minha estádia foi muito boa, o povo se assemelha muito ao brasileiro, sendo bem receptivo e alegre. A comida (dado a influência italiana em nossa cultura) também é similar e foi a que mais gostei entre os três países que visitei. Os preços são mais acessíveis que París e Londres, mas ainda são salgados para quem vem como turista do Brasil. É necessário ter algum cuidado ao andar na rua para não ser roubado.