On Writing - Stephen King

Um livro sobre escrever do Stephen King. O que pode dar errado? Nada

Normalmente este tipo de livro é recheado de clichês, sejam em dicas óbvias, sejam em frases de auto-encorajamento. King consegue romper tudo isso. Na verdade, o livro parece muito mais uma biografia do que um livro sobre como escrever. Um título mais justo seria "How did I start writing and How I do it now".

O prefácio do livro se dedica a explicar o porque do livro, como surgiu a ideia e o porque dele ser curto. Em resumo: King acredita que é impossível tornar um escritor medíocre em bom, um ótimo em um legendário. Mas o meio termo é possível, fazer um escritor bom em ótimo. Outro motivo é que ele acha que tem algo a dizer sobre linguagem e que o livro é uma boa maneira de fazer isso.

Os primeiros capítulos são dedicados a "como surgiu o escritor King que conhecemos". Estes capítulos são basicamente coletâneas de pequenas situações na vida do autor, desde quando ele era uma criança doente, até quando conheceu a mulher de sua vida.

Os capítulos da parte dois do livro são realmente dicas, o começo da parte dois dedicada a dicas sérias (saiba a gramática da sua língua, tenha vocabulário e leia muito). O resto são basicamente dicas baseadas na vivência e opinião do autor (escreva o primeiro rascunho sozinho, corrija sozinho e só mostre a terceira versão para o seu "leitor ideal" -- pessoa a qual você sempre está pensando ao escrever --).

O posfácio do livro é dedicado ao acidente que King sofreu durante a escrita do livro. Ao caminhar na rua em um lugar mais interiorano, King foi atropelado e quase morreu. A sessão final do livro é basicamente o relato de tudo o que aconteceu e como ele sobreviveu.

O livro vale tanto pelas dicas como pela parte biográfica.