Não seja um empreendedor

"[...]está o segredo da felicidade e da virtude: gostar daquilo que se é obrigado a fazer." - Aldous Huxley (Admirável Mundo Novo)

Durante muitas décadas, os EUA e afiliados divulgaram intensamente o sonho americano. O sonho americano, de forma bem simplificada pode ser descrita como "oportunidade para a felicidade e prosperidade alcançadas por meio de muito trabalho (hard work) em uma sociedade com poucas barreiras".

Por muito tempo, este sonho foi vendido como a possiblidade de se trabalhar numa grande empresa, conseguir boas posições e acabar ficando rico. Algumas empresas foram até mais longe, chamando seus funcionários de IBMistas e derivados. Para afirmar não só que eles tinham tudo para ficar ricos (assim como a empresa ficava rica), mas que eram diferentes dos outros seres humanos, escolhidos.

Claro, que o discurso não funciona mais nas novas gerações. A internet, computador e derivados criaram pessoas que se importam demais com a "liberdade" e em se expor para o mundo. Ser tratado como um "indíviduo da empresa" não é mais especial o suficiente, chuto dizer que é o oposto disso.

Com Steve Jobs e Bill Gates, uma incrível revolução começou. Agora, o sonho americano não era o trabalho duro em uma empresa, mas trabalhar para si próprio, ter sua independência. Ter sua empresa. Empresa não, startup. Ter? Não, não. Ser. Ser empreendedor.

Então rapidamente um mercado surgiu. Pessoas vendendo livros, palestras e filmes sobre como ser empreendedor. Como trabalhar infinitas horas por dia, para sustentar a sua personalidade empreendedora.

As próprias grandes empresas mudaram seu comportamento. Incentivavam seus "colaboradores" a serem mais que empregados no cotidiano. Mas a serem empreendedores em seu meio.

Não que trabalhar duro para uma empresa seja errado, ou abrir sua própria empresa seja um dos sete pecados capitais. Porém é necessário destreza para não ser enganado.

Você não é a empresa para que você trabalha, você não é a empresa que você tem. Você é um ser humano. Sim, papo bem Tyler Durden. Mas está errado? Quantas vezes você não ouviu sobre ser empreendedor. Quantas vezes você não ouviu histórias emocionantes de pessoas que largaram tudo, para seguir seus sonhos empreendedores e com apenas 23 reais ficaram milionários?

Quantas vezes você não ouviu que todas essas horas de trabalho "para si próprio" depois do trabalho "para os outros" iriam ser aproveitadas no final? Quase como fazer a vida à prestação. Você paga ela agora, todo o mês, todo o dia e daqui uns anos ela é todinha sua.

Ah, mas não se engane, você é um empreendedor e empreendedores nunca param. Você vai vender a empresa que tinha, e começar uma nova. Por que é isso que você é, não é? Uma engrenagem, sempre a rodar.

Talvez um lunático seja apenas uma minoria de um. - George Orwell (1984).