Molly Malone - In Dublin's Fair City

Aqui em Dublin existe uma estátua, próxima da Grafton Street e do Temple bar, de uma mulher carregando alguns cesto em um carrinho de mão. A estátua é famosa entre turistas por conta dos avantajados seios da mulher. Existem algumas lendas que dizem que tocar neles causa inclusive boa sorte.

A estátua representa Molly Malone, uma personagem de uma música de Dublin. A música retrata uma pescadora que vendia os seus produtos em Dublin, mas acabou morrendo jovem por conta de uma febre.

No século 20, surgiu boatos que a letra retratava uma Molly que viveu durante o século 17 e seria uma prostituta "part-time". Esta história não tem suporte científico. Não existem provas que a Molly da música realmente existiu.

Irônicamente, o lado da estátua está geralmente ocupado por artistas de rua. Então se passar por Dublin, não se esqueça de ouvir uma boa música ao lado da Molly Malone.

Letra (fonte Wikipedia)

In Dublin's fair city,
Where the girls are so pretty,
I first set my eyes on sweet Molly Malone,
As she wheeled her wheel-barrow,
Through streets broad and narrow,
Crying, "Cockles and mussels, alive, alive, oh!"
"Alive, alive, oh, Alive, alive, oh,"
Crying "Cockles and mussels, alive, alive, oh".
She was a fishmonger,
But sure 'twas no wonder,
For so were her father and mother before,
And they wheeled their barrows,
Through the streets broad and narrow,
Crying, "Cockles and mussels, alive, alive, oh!"
(chorus) She died of a fever,
And no one could save her,
And that was the end of sweet Molly Malone.
But her ghost wheels her barrow,
Through streets broad and narrow,
Crying, "Cockles and mussels, alive, alive, oh!"
(chorus)x2