Hora do Kaizen!

Kaizen está na boca da maioria dos gerentes de projetos. É um dos fundamentos da prática Lean e tem sido usada pelo marketing de várias empresas para mostrar sua "superioridade" em termos técnicos.

Apesar de ser algo relativamente novo aqui no Brasil, este não é um conceito novo na computação, em 1999, Andrew Hunt e David Thomas em seu livro "The Pragmatic Programmer" já citava que gerentes de projetos tinham um certo prazer em fazer reuniões kaizen com a equipe afim de melhorar-los.

De acordo com a wikipédia, Kaizen é uma palavra de origem japonesa com o significado de melhoria contínua, gradual, na vida em geral (pessoal, familiar, social e no trabalho). Pode ser visto como um processo diário, cujo propósito vai além de aumento da produtividade.

O Kaizen vendido hoje pelas empresas, é uma reunião(não necessariamente diária) voltada para compartilhar conhecimento ou soluções para desafios enfrentados no dia a dia da equipe.

Apesar de ser algo super interessante, não é o suficiente. Hunt e Thomas citam que o ideal é que está prática também seja individual, que a cada dia busquemos uma forma de conhecer coisas novas. Nada muito grande, alguma forma nova de se implementar aquele algortimo que você sempre usa, uma ferramenta interessante que você não conhecia ou até uma sintaxe nova para aquele if da sua linguagem favorita.

Uma das formas de se fazer isso é acompanhar fóruns e sites de desenvolvimento. O que eu costumo fazer(e que acho melhor e mais fácil) é seguir pessoas relevante dos assuntos que gosto no twitter, sempre há alguma coisa nova a ser aprendida de comentários ou links que eles postam por lá.

Acredito até que o twitter é a melhor ferramenta para isso, nada de grandes informações, apenas pequenos detalhes(e se vc quiser claro, a oportunidade de se aprofundar no assunto com uma pesquisa na web).

Aprendendo um detalhezinho por dia, em pouco tempo você terá uma torre tão grande de conhecimento que não haverá problemas que não possa enfrentar. Quase um Batman da vida real :)