Certificações e O Maravilhoso Mágico de Oz

Certificações são sempre algo polêmico. As pessoas mais voltadas para "bussiness" acabam defendendo-a com dentes e garras, enquanto que os mais "underground" a criticam. Mas será que ela é tão ruim ou tão salvadora como afirmar os dois grupos?

Assim que Dorothy Gale cai na terra de Oz, é dito para a garota que a única forma dela retornar ao Kansas é indo até o Maravilhoso Oz. Durante o caminho ela encontra alguns companheiros que a acompanham para pedir a Oz alguns itens de suas personalidades que eles, teoricamente, ainda não tem. Um deles é o Espantalho, que não tem cerébro e sim palha na cabeça e por isso se acha burro.

Durante todo o livro vemos o quão inteligente o Espantalho é, porém ele mesmo e seus companheiros não conseguem enxergar isso, já que ele não tem um cerébro. Durante a jornada, os amigos vão ficando mais próximos e descobrindo novas coisas sobre a terra onde eles vivem. Ao final, Oz sabendo que ele não poderia dar o que o Espantalho queria, porém sabendo que ele JÁ tinha o que no fundo queria(sabedoria) apenas entrega um cerébro falso e com isso o Espantalho magicamente se torna a pessoa mais sábia que o grupo conhece e passa a ouvir os conselhos dele de uma forma diferente.

Na minha opinião, a certificação é exatamente isso, um pedaço de papel que não prova nada, porém fará com que algumas pessoas te reconheçam(apesar de você já ter aquele conhecimento antes mesmo de obter o papel). Porém o caminho para a certificação de certo não é um desperdício, durante ele você poderá se confrontar com detalhes que não conhecia e provavelmente irá aprofundar seu conhecimento.

Afinal, o destino não importa e sim o caminho ;).