Barcelona - Catalunha não é Espanha!

Dando continuade aos meus planos de viajar todo o mês, aproveitei o calor intenso dos últimos dias para visitar Barcelona.

A cidade litorânea que fica na região de Catalunha na Espanha é famosa pela arquitetura dos prédios e por ser uma região de "boas praias".

A região de Catalunha não fala espanhol (ou casteliano), mas sim catalão. O catalão é muito mais semalhante ao português que o espanhol, mas ainda sim as vezes é complicado de entender, especialmente quando as origens das palavras diferem.

O primeiro dia da viagem eu usei para conhecer a região da Praça da Espanha (região onde ocorreram as Olimpíadas). Essa região é bem comercial e bem parecida com a maioria das cidades. Inclusive eu achei até difícil nessa região comprar coisas de turistas, então imagino que não seja um ponto alto que as pessoas normalmente visitam. É ali também que fica a Fonte Mágica, que só é ligada a noite.

Depois disso comecei minha caminhada até Barceloneta, a praia mais famosa de Barcelona. Meu quarto ficava nessa região, então acabei só frequentando essa praia. Que alias, é bem normalzinha, mas o que me assutou naquela região foram os preços das coisas. Comida e bebida eram carissímas e os bares a noite eram a cara do capitalismo latino. Pessoas ostentando garrafas de 400 euros, carros luxosos andando pra cima e pra baixo.

Foi alias essa região que me fez ficar com nojo de Barcelona. Pessoas me olhavam com desdém, por que não estava utilizando roupas caras/de marca, restaurantes praticamente não me atendiam e por ai vai...

Os outros dias eu passei caminhando pela cidade, desde o bairro gótico até "la sagrada familia" e com isso aprendi a me apaixonar pela cidade. Fugindo da praia, Barcelona é uma cidade bem mais simples (mas não simplista). Com grandes espaços abertos e praças. Provavelmente pelo constante sol da cidade (ao menos no verão). As pessoas estão sempre bebendo nas calçadas e parques (o que para mim era estranho, dado que é proíbido fazer isso em Dublin).

No bairro gótico tem uma feira de artesanato que é passagem obrigatória, principalmente se você quer guardar alguma lembrança da cidade. Os produtos lá variam de 1 euro a 10 euros. Cuidado com os comercializantes de produtos "industrializados", a qualidade dos artesanais e o preço são muito melhores.

Outro ponto, é que no bairro gótico sempre tem algum show acontecendo, mas vale a pena ficar com a mão no bolso para evitar ser roubado enquanto aprecia o show ;)

A parte "turística" de Barcelona é consideravelmente pequena e não é necessário pegar transporte público. Tudo fica no máximo 30 minutos a pé.

A cidade é mais rica que Lisboa, mas a Espanha ainda é um país em crise. Poucos empregos, salários baixos. Por isso espere alguma criminalidade na região.